Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Advogado tem pedido negado durante audiência online e transmite "que filha da p*" no Whats

 

Durante um julgamento no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-9), no dia 22 de março, um advogado ficou em maus lençóis ao ter seu pedido negado pela juíza. Não se sabe exatamente qual era o caso, mas ele tentava provar que havia amizade entre fulano e sicrana. 




A prova era uma foto no Instagram onde os dois apareciam em momento de descontração com mais pessoas, sentados ao redor de uma mesa. O argumento dele pra que a foto fosse levada em conta foi: "a foto fala por si só". 

 



Pois bem, a juíza negou o seu pedido de que considerasse haver amizade entre os dois, dizendo que a foto não era o suficiente. Acontece que a foto estava sendo transmitida pela sua tela, e se esquecendo disso, mudou para a aba do Whatsapp Web onde conversava com alguém sobre o andamento do julgamento. Ele então digita: "que filha da p*".

 


Raphael, o advogado, levou uma baita bronca da juíza Edinéia Carla Poganski, e tentou se defender dizendo que o xingamento foi direcionado "à situação", e não a ela. Ainda assim, pediu desculpas. O vídeo do julgamento acabou indo parar no Twitter, onde recebeu mais de 1 milhão de visualizações. 

 


Duas coisas aconteceram, por enquanto, após a viralização: a juíza pediu pra ser afastada do caso, declarando suspeição, ou seja, quando algo de extrínseco ao caso pode dar a entender que um juiz tomou uma decisão a favor ou contra esse mesmo caso. Sendo assim, outro juiz dará prosseguimento. A outra coisa foi que o TRT pediu oficialmente à OAB punição ao advogado. Veja o vídeo:

 

 

Fonte: Revista Metrópoles e Poder 360