Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Homem é preso após polícia encontrar 21 vaginas em seu freezer e diz que esposa é "bruxa"

 

Peter F., de 63 anos, foi preso após a polícia achar uma bizarra coleção de 21 vaginas mutiladas dentro de seu freezer. A polícia foi verificar sua casa após sua esposa ir à delegacia dizendo que foi drogada por ele, e que ele tentou tirar sua vagina também, o que foi a gota d'água pra ela.




Mas o homem, dono de uma loja de armas, se defende dizendo que não tem nada a ver com as 21 vaginas, e que é coisa da sua mulher que "anda com bruxas". "É minha esposa que usa essas coisas, não eu", disse o dinamarquês em entrevista ao jornal Ekstra Bladet (da Dinamarca), "eu disse pra ela várias vezes que ela teria que tirar aquelas coisas do refrigerador".


Segundo ele, sua esposa de 28 anos planejava vender as vaginas em Lesotho, uma pequena nação cercada pela África do Sul, e que o propósito seria "bruxaria medicinal". Eles brigaram e estavam separados, e então ela o denunciou à polícia, dizendo que foi "drogada" e que ele tinha tentado arrancar sua vagina.

 

Por ser dinamarquês, o caso chamou bastante atenção em seu país natal


A polícia conduziu uma busca em sua casa e achou as 21 vaginas embaladas e congeladas. A polícia também achou diversas fotos envolvendo mutilação genital feminina, que eles chamam de "circuncisão feminina", onde o clitóris é removido.

 

Diversos itens cirúrgicos também foram encontrados


Ele esclareceu que também se encontra com a turminha estranha de Lesotho, e que ele acabou se tornando um fotógrafo das noites em que as "bruxas médicas" arrancam clitóris. A polícia investiga quem são as vítimas, tanto do achado no congelador, quanto das fotos.


Fonte: Mirror