Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Jornalista investigativa caça homem que postava fotos do pé dela e faz entrevista extremamente constrangedora

A foto da direita é ilustrativa. À esquerda, Laura Basset, a jornalista em questão.

 

Em certo dia aleatório a jornalista Laura Basset recebeu uma mensagem mais aleatória ainda: "Você está no WikiFeet?", site que imita o wikipédia, mas que é voltado pra pés de famosas serem catalogados toda vez em que aparecem.



 

Ela pensou que a pessoa estava fazendo uma piada, e então ela riu. Mas aí veio o link com a página dela no site:

 

Todas as fotos em que os pés dela aparecem estão catalogados no site.


A jornalista não se considera uma celebridade, mas já apareceu na TV diversas vezes e tem um número considerável de seguidores por conta do jornalismo político que vem fazendo há vários anos. Por isso ela ficou chocada com um catálogo completo de seus pés em um site chamado WikiFeet. Ela encontrou fotos de 2013 no site.


Ela não ficou ofendida, nem com a nota 3.5 (de 5) no site, que classificava seu pé como "ok". Publicou um story com uma foto do pé, humoristicamente, dizendo "para os meus fãs". Mas aí algo a encucou: em 10 minutos a foto já estava lá.

 

Uma das fotos de Laura que apareceram por lá


Segundo ela, seus instintos de jornalista investigativa se aguçaram, como se fosse um sensor aranha. Ela resolveu publicar um outro story onde seu pé aparecia, e ficar atualizando sua página no Wikifeet até a foto aparecer, e imediatamente olhar a lista de pessoas que viram seu story. Segundo seus cálculos, uma das últimas seria o cara, ou mulher, que fazia isso.


Com mais algumas vezes fazendo isso, por eliminação seria possível encontrar quem sempre apareceu pelos últimos naquele momento, revelando com grande grau de precisão a identidade dele. Só que ela não conseguiu nada, e resolveu ser mais direta: publicou outro story dizendo "se você é quem está publicando fotos dos meus pés, me manda um direct, só pra umas perguntas".


Um homem chamado Robert Hamilton acabou admitindo, um vendedor de 58 anos que vive em Nova Jersey. Eles marcaram uma entrevista, e previamente Robert pediu desculpas, e que pararia se ela pedisse. Eles marcaram uma ligação, e essa foi a entrevista:


LAURA: - Robert! É só Robert, ou você tem um apelido? Você parece jovem.


ROBERT: - Sim, só Robert. Tenho quase 60 anos, mocinha.


L: - Você se considera um podólatra?


R:- Sim.


L:- Desde quando?


R:- Desde os meus 6 anos.


L:- Isso é muito específico. O que aconteceu quando você tinha 6 anos?

 

R:-Algumas coisas aconteceram, mas vamos começar daí. Eu tenho cinco irmãs, aliás, tinha 5, duas delas morreram. mas várias amigas delas vinham visitar, e tínhamos uma piscina no quintal, e elas ficavam descalças. Elas também vinham quando minhas irmãs não estavam, pra ir na piscina, e eu oferecia massagens nos pés.

 

L:- Qual foi a outra coisa?

 

R:- Eu tinha 9 anos, e esse pessoal novo se mudou pro meu bairro, ok? E entre eles, meninas mais velhas. E eles tinham a piscina deles também, e nós estávamos jogando um jogo, e elas falaram "nós temos que te amarrar, porque nós te capturamos, sabe? Você é o vilão", e elas me amarraram numa cadeira de praia, com as mãos na cabeça, e começaram a fazer cosquinha no meu pé, aquilo me deixou maluco. 


L:- Como você interage com o WikiFeet? Quanto tempo você gasta lá?


R:- Bom, por exemplo, se estou vendo um filme com uma atriz bonita que eu gosto, eu vou ficar olhando pra ver se aparece o pé. E se estou lendo algo de alguém bonita que nem você, vou lá checar pra ver o que encontro. Porque sou curioso, e amo pés.


L:- Quantas fotos você publicou lá?


R: - Algumas centenas.


L:- Como você descobriu o meu pé?


R:- Não lembro direito. Mas foi no Instagram e eu vi você e vi que tinha várias fotos descalça. Aí eu te segui, só isso. Eu também gosto do seu cachorro. E gosto do Pedro, ele é legal. Seus pés são bem bonitos, a propósito.


L:- Obrigada. O que faz um pé ser atraente pra você?


R:- Eu gosto de unhas pintadas. E gosto de pés arqueados, quando mais pronunciado melhor. Sou meio estranho com dedos. Gosto de dedos redondos e grandes. Se for mais quadrado, ok, mas redondo é melhor. Eu gosto das solas, mas mais dos arcos.


L:- Eu notei que em algumas vezes uma foto do meu story vai parar em 10 minutos no Wikifeet. Como isso acontece? Você passa o tempo todo no Instagram esperando novos pés aparecerem?


R:- Eu não fico sentado aqui esperando aparecer. Se acontecer de eu ver e gostar, eu coloco lá. Mas não fico aqui o dia inteiro fazendo isso, isso não paga as contas.


L:- Mas então por que você não olha no Instagram ou tira screenshots só pra você? Por que publicar em um site?


R:- Sabe, é uma grande pergunta. Eu realmente não ganho nada com isso. Eu só gosto de compartilhar. Digo, tem gente que gosta de pés, como eu, e você tem pés bonitos, e eu posto lá. Acho que estou ajudando as pessoas assim.


L:- Eu me vesti de dama de companhia pro Halloween. Você publicou essa também?


R:- Sim, desculpa. Estava bem sexy.


L:- Você já pensou em como pode ser invasivo pegar as fotos pessoais de alguém e publicar em um site de fetiche sem o conhecimento ou consentimento da pessoa? E que algumas pessoas podem ficar mal por isso?


R:- Sim, eu penso nisso. Exceto que eu não posso ligar pra Jennifer Aniston e pedir. Mas passa pela minha cabeça, porque tive 5 irmãs e 6 sobrinhas. Acredite, passa pela minha cabeça. Eu tenho consciência. Eu acho que a maioria tem um senso de humor com isso. Digo, como você tem. Algumas celebridades dizem que é uma medalha de honra.


L:- Eu notei que o WikiFeet tem regras bem rígidas, como a pessoa precisar ter uma página no IMDb. Você observa essas regras quando vai publicar os pés de alguém que não é muito conhecido?


R:- Sim. Por exemplo, uma cantora da Inglaterra que se apresentou descalça. Eu vejo no IMDb primeiro se ela está lá, e depois publico.


L:- De quais pés além dos meus você gosta?


R:- Jennifer Aniston, Kelly Ripa, embora eu não goste dela, mas enfim, Kate Beckinsale (...) Sherryl Crow.


L:- Quais foram os melhores pés que você já viu?


R:- Marilyn Monroe, Kate Beckinsale, Laura Basset; tô brincando, bebê. Grace Kelly, Rita Hayworth, nossa, eu a amo.


L:- Você publicou fotos do pé da Rita?


R:- Sim, mas ela morreu, então acho que não se importa.


L:- Você dá notas pra pés no site?


R:- Sim.


L:- Você já deu notas baixas?


R:- Não, sabe por quê? E isso é tosco, como se eu conhecesse essas pessoas, mas é que eu não quero magoar ninguém. Se eu não acho um pé bonito em simplesmente não coloco ele lá.


L:- Você tem mais algum interesse além de futebol americano e pés?


R:- Sim! Música ao vivo. O último show em que fui foi do Little Seven and the Disciples of Soul no Teatro Beacon, em novembro de 2019, logo antes de eu fazer essa porcaria de cirurgia que quase me matou.


L:- Você quase morreu?


R:- Sim, eu fiz quatro pontes aorto-coronárias, e foi divertido pra caramba. Quer saber por quê? Quando eu estava na Flórida, no hospital, eu fiz algumas cirurgias, e tinha uma enfermeira que vinha de noite e me mostrava o pé. Eu levei ela pra sair algumas vezes depois. Eu consigo tirar mulheres de seus sapatos, tá aí uma coisa que sei fazer.


A entrevista termina abruptamente.


Fonte: The Cut