Tecnologia do Blogger.

Mulher é multada por denunciar 5 vezes um stalker à polícia e é degolada pelo stalker

 

Shana Grace era uma recepcionista de Sussex, na Inglaterra, e tinha 19 anos. Durante um período de 6 meses a moça implorou pra que alguma ação fosse tomada contra Michael L., pois segundo ela o homem tinha ficado obcecado, e começou a persegui-la.




Foram 5 denúncias contra o homem, e em uma dessas ocasiões a moça foi multada em 90 libras por desperdiçar o tempo da polícia. Na ocasião da multa, o motivo foi que ela fez uma denúncia de um homem que puxou o cabelo dela e arrancou o celular de sua mão, mas como se ele fosse um desconhecido. A polícia descobriu que eles já tiveram um relacionamento, ocasionando a multa.

 


Após perseguições e ameaças, incluindo a agressão do puxão de cabelo e celular arrancado da mão, ele invadiu a casa da mulher, e a polícia deu a ele uma "cautela policial", um aviso dizendo que se ele fizer isso de novo, vai ser preso.

 


6 meses depois ela começou um novo relacionamento. Então ele invadiu a casa de novo, foi até o quarto dela e a degolou. Depois ele tentou queimar o corpo, sem sucesso. O homem agora foi preso, o que não vai trazer ela de volta, e foi condenado à prisão perpétua. 

 


Falando sobre o caso, o Escritório Independente de Conduta Policial, uma corregedoria independente de lá, disse que a polícia não soube distinguir um término de um stalker potencialmente homicida.

 


"Precisamos ouvir a vítima, e isso não aconteceu com Shana", disse Tom Milson, do Escritório mencionado. De acordo com os dados oficiais da Inglaterra, 1 a cada 5 mulheres de lá sofrem com stalkers.


Fonte: The Mirror