Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Primos abrem ONG que promove lutas entre jovens que se odeiam pra diminuir taxa de homicídios

 

Tony e Johnny Saunders escolhem cada um o seu lutador, e então começam os treinos, com a data da luta já marcada. A questão é que os dois lutadores estão numa briga que já dura 5 anos, e que acabou ficando feia pra caramba, envolvendo a família inteira de ambos, e correndo o risco de virar algo sangrento.




E tudo começou por algo besta: os dois estavam no rolê em certa noite e acabaram se apaixonando pela mesma mulher. Daí, uma briguinha pequena gerou outra um pouquinho maior e assim a aposta foi aumentando, já que a coisa nunca era resolvida, ou seja, nunca uma pedra era colocada em cima daquilo.

 


As duas famílias envolvidas nessa treta vivem a cerca de 3km uma da outra, e ambas têm medo de sair de casa, já que, se encontrar algum membro da "família rival" (tudo por causa dessa tretinha de rolê por mulher), vai rolar briga.

 


A ONG que Tony e Johnny fizeram tem o objetivo de acabar com tretas assim. E como eles fazem isso? Deixando os dois envolvidos se quebrarem na porrada, mas claro, com tudo supervisionado. Segundo a teoria deles, se a raiva for extravasada ali, o caminho pra reconciliação fica aberto depois. E de fato, isso acontece.

 


No dia da luta, os dois envolvidos, que não tiveram os nomes revelados, são levados a um terreno baldio que é cercado de vans, pra que ninguém veja e chame a polícia. Só as famílias dos envolvidos sabem a localização da luta, caso queiram torcer. Porém, devem se comprometer a não brigar com ninguém. Um acordo de paz entre as famílias ao redor da luta resolve a situação.

 


Tony e Johnny, que são fortes lutadores de MMA, supervisionam a luta pra ela ser parada caso alguém fique em perigo, e evitam que qualquer membro das famílias tente se envolver. Na luta aqui apresentada, os dois se arrebentam tanto, que a luta é encerrada por ter ficado muito violenta. Afinal, eram 5 anos de mágoas reprimidas.

 


A luta é declarada um empate e Tony diz: "garotos, eu tenho a palavra de vocês que isso aqui está terminado, não é? Agora apertem as mãos". E então cada família foi pro seu canto, sem brigas, sabendo que agora podem sair sem medo, depois de 5 anos.