Tecnologia do Blogger.

Pesquisadores desenvolvem jogo que provoca alucinações sonoras e esquizofrênicos NÃO PODEM jogar


Pesquisadores conseguiram com sucesso induzir alucinações sonoras em humanos e em ratos que jogavam um jogo desenvolvido por eles. O paper, publicado na revista Science no dia 02/04 pode ser visto clicando no link.




Primeiramente ratos jogaram uma versão mais besta do jogo, e depois o homem jogou uma versão mais completa, onde eles tinham que jogar ao mesmo tempo em que apertavam um botão pra avisar que eles ouviram um som.

 



Com a sincronização do jogo e dos sons que eram realmente tocados, os participantes acabavam sinalizando a audição de um som mesmo quando não existia nenhum, ou seja, uma alucinação. O estudo, guiado por Adam Kepecs, professor de neurociência e psiquiatria na Universidade de Washington, é promissor.


Afinal, sabendo induzir as alucinações e detectar exatamente o momento delas, eles poderão ao mesmo tempo analisar as atividades cerebrais e descobrir o que está acontecendo exatamente, e até investigar melhor as causas da alucinação, ajudando no tratamento de gente esquizofrênica. Já descobriram que se você der ketamina pra alguém, ou provocar uma descarga de dopamina, é mais fácil de alucinar, e que a expectativa de ouvir o som facilitou com que a alucinação fosse "ouvida".


De outro lado, há um problema: e se a indústria dos jogos quiser se aproveitar disso e usar em seus jogos de terror pra acabarmos alucinando com coisas que nos dizem respeito, como um trauma? Já vemos, na introdução de jogos, um alerta para epiléticos. Será que em breve veremos um alerta pra esquizofrênicos? E sabe o mais curioso? Existe um estudo brasileiro que diz que alucinações auditivas estão sendo usadas faz tempo em jogos de terror.


Nesse paper que você ver clicando aqui, os jogos Silent Hill, Fatal Frame, F.E.A.R e Hotel 626 são investigados nessa questão de induzir alucinações auditivas.


Fonte: Revista Science