Tecnologia do Blogger.

Projeto de lei de Ohio quer proibir "discriminação" contra pessoas que não querem se vacinar

 

16 deputados de Ohio, nos EUA, entre eles 6 que anunciaram publicamente que não vão tomar a vacina, propuseram um projeto de lei que dará proteções legais a quem se recusar a ser vacinado.




Segundo o texto do projeto, órgãos governamentais, escolas e negócios privados ainda poderão exigir a vacina pros seus funcionários, mas se eles apresentarem um documento demonstrando contraindicação médica, "imunidade natural" ou "razões de consciência, incluindo convicção religiosa", esses tais não poderão ser impedidos de nada.

 


Ainda segundo o texto, "pessoas, negócios e governos não poderão fazer discriminação contra, negar qualquer serviço ou acesso,  ou segregar, como também obrigar a usar máscaras, ou qualquer coisa que sinalize" que a pessoa foi ou não vacinada.


O projeto, se aprovado, será válido pra qualquer vacina em qualquer caso. A principal autora da lei, Jennifer Gross, diz que é "pró-vacina", mas que é "uma questão de liberdade". Segundo ela, a ideia de um "passaporte dos vacinados" pode servir pra criar jurisprudência onde um sistema de castas pode ser implementado à conta gotas.


Fonte: Fox News