Tecnologia do Blogger.

Bandido cringe e armado é completamente ignorado por balconista e clientes; vai embora triste

 

O dono de uma hamburgueria atendia normalmente lá pelas 10 e tanto da noite, dando lanches para os clientes e recebendo deles. Said Ahmed, de Christchurch, Nova Zelândia, de repente se deparou com uma terrível ameaça: um bandido armado e mascarado. Então ele continuou atendendo.


"O homem queria me assustar, e eu decidi que ele não poderia fazer isso", disse o imigrante egípcio. "Eu dei o lanche pro cliente porque eu não queria que ele se machucasse", caso o bandido metesse o louco.

 



Esse cliente acaba entrando na onda, e pega o lanche tranquilamente enquanto o bandido fica lá estranhão sendo ignorado. O homem entregava espetinhos de frango pro cliente, caso esteja curioso. A rua é cheia de lojas de lanche, e todas tinham fechado mais cedo, só Said operava. Foi aí que o ladrão se aproveitou.

 


Said, após entregar o lanche, calmamente sai andando pra ligar pra polícia. Ele pensou no momento que se afastando assim diminuiria o impacto do tiro, caso o bandido decidisse atacar. Confuso, desorientado e triste, talvez com flashbacks de sua infância com problemas sociais onde não conseguia se enturmar, o ladrão foi embora.

 


"Meu coração batia rápido, eu estava assustado, mas não podia mostrar isso pra ele", disse. Agora ele fecha a loja mais cedo, junto com os outros, já que o próximo bandido talvez não seja cringe assim. A polícia não identificou o suspeito.

 


Fonte: The Guardian