Tecnologia do Blogger.

Idoso bate recorde mundial e fica por 8 horas e 15 minutos na posição da prancha

George Hood diz que está com "dor excruciante", ainda, após bater o recorde mundial de prancha, a posição mais temida dos exercícios. Ele conseguiu ficar nessa posição por 8 horas, 15 minutos e 15 segundos, enquanto uma algazarra ocorria ao redor dele.


 
 
 
"A ulceração é profunda, o corpo precisa se recuperar desde dentro", disse ele. O recorde anterior era de um chinês, Mao Weigdong, que ficou na posição por 8 horas, 1 minuto e 1 segundo, em 2016.
 
 

 
George começou a fazer exercícios pesados aos 20 anos, quando ingressou nos Marines, o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, mas agora, aposentado e aos 62 anos, ele diz estar em sua melhor forma.
 
 

 
Ele anima os iniciantes, dizendo que a primeira vez que competiu em um concurso de prancha, conseguiu só 5 minutos. Após fazer prancha todo dia por 6 meses, ele conseguiu ficar por uma hora e 20 minutos, e foi a vez onde bateu o recorde mundial pela primeira vez, em 2011.
 
 

 
Agora, 10 anos depois, ele precisava bater o chinês que bateu ele, e pra isso, treinou 7 horas por dia durante 18 meses. Ele chegou ao ponto de fazer 2.000 abdominais por dia e mais 4 horas de prancha logo em seguida como preparação.
 
 

 
 

Ele tinha até uma "mindset coach", que o convencia a não desistir e o encorajava durante a coisa toda. O homem disse que na hora em que pensava em desistir, imaginava que era uma árvore, e que suas raízes estavam indo pra baixo da terra durante a prancha. Afinal, árvores com raízes profundas resistem a qualquer tempo ruim, a qualquer vento.
 
 




Delirando fortemente, e após várias visitas escolares e apresentações ao seu redor, o homem conseguiu alcançar a marca.
 
 
 
 
 
 
Fonte: CNBC