Tecnologia do Blogger.

Youtuber grávida faz "desafio do livro" com o marido, mata ele com tiro de Desert Eagle no peito e é presa

 


 Monalisa Perez e Pedro Ruiz II se casaram muito jovens, e os dois aspiravam fama no Youtube. O casal já tinha um filho, e ela estava grávida do segundo, quando Pedro teve uma ideia estranha: com uma Desert Eagle dourada (uma das pistolas mais poderosas do mundo, calibre .50), ela atiraria em um livro que seria segurado na altura de seu coração.

 


Segundo o que foi pesquisado por Pedro, o livro seguraria a bala, e eles ganhariam muitos inscritos. Momentos antes ela publicou no Twitter: "Eu e o Pedro provavelmente vamos gravar um dos vídeos mais perigosos de todos. Ideia DELE, não minha". Sem que ela soubesse, esse tweet diminuiria consideravelmente sua pena.

 


Os dois foram ao quintal, e começaram a gravar o vídeo, onde Pedro explicava o que eles fariam. Depois de tudo ela explicou pra polícia que eles testaram os tiros em livros semelhantes, e as balas foram seguradas. Talvez por uma questão de gramatura das folhas, não ocorreu o mesmo na hora do vamos ver.

 



No vídeo a Monalisa começa a pressentir algo ruim, e pensa em desistir. Ela diz: "e se o tiro atravessar? O que vai ser de mim e do seu filho?". Pedro a convence: "basta acertar no livro e vocês vão ficar bem", garantiu ele. Um longo diálogo onde Monalisa tenta desistir e Pedro tenta convencer acontece, com Pedro vencendo, e então ela dá o tiro, que atravessa o livro e mata o homem.

 


Segundo as primeiras acusações feitas contra ela, Monalisa poderia pegar até 10 anos de prisão. Mas após análise do tweet e da transcrição das conversas contidas no vídeo, a pena foi diminuída pra 180 dias, ou 6 meses, sendo que 3 deles foram em prisão domiciliar. Por diversas vezes no vídeo, Pedro diz que o que faz ele se sentir vivo são as experiências de quase morte.


Aviso: o momento exato da morte não aparece no vídeo. Só os momentos que precedem o tiro foram liberados.


Fonte: NBC News